Marion Zimmer Bradley Archives | Taberna do Smok
segunda-feira , 21 abril 2014

Arquivos de Tag: Marion Zimmer Bradley

Análise dos livros – As Brumas de Avalon

Brumas de avalon Análise dos livros   As Brumas de Avalon

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eis me de volta caros amigos

No meu ultimo post (sobre Guerra dos Tronos) citei esta série de livros que vale a pena ser mais do que citada, merece um review próprio, creio que muitos de vocês já tenham lido, mas mesmo assim falarei do livro, As Brumas de Avalon de Marion Z. Bradley, o livro é realmente um clássico, uma excelente obra, que acima de tudo trata de um tema dos mais importantes das mitologias medievais, as lendas Arturianas.

 

Acho que nenhuma espada é mais famosa que a Excalibur, nenhum cavaleiro é mais famoso que os da Távola e nenhum rei é mais famoso que Arthur, não digo que Merlin é o mais famoso dos magos pois temos o grande Gandalf e só não coloco Dumbleodore acima do Merlin por um único motivo, um dos títulos que o diretor de Hogwarts tem é da Ordem de Merlin (coisa que pode ser levemente ligado com as brumas, já que Merlin nesta trama é um posto e não uma pessoa). Definitivamente estas histórias são um marco na mítica de capa e espada.

 

Como eu citei no texto de Guerra dos Tronos, em As Brumas de Avalon temos uma forma interessante de desenvolvimento, onde a visão do Bretanha é dada sempre pelos olhos das mulheres, fato que inclusive faz alguns acusarem a série de ter um forte apelo feminista (eu particularmente acho besteira), acompanhamos de perto não só a visão como a opinião e os sentimentos de diversas mulheres que convivem diretamente com Arthur, como sua mãe Igraine, sua esposa Guinevere e principalmente a sua irmã Morgana.

The Mists of Avalon 134007a 300x200 Análise dos livros   As Brumas de Avalon

 

Um dos motivos que gosto muito desta versão das lendas é a forma como é abordada a disputa política/religiosa entre a mitologia antiga dos bretões e o cristianismo.Este é basicamente o foco da historia, há diversos tipos de embates que ressaltam isto. O próprio Arthur é coroado rei duas vezes, Guinevere disputando o amor dos homens com a Morgana (Arthur, Lancelot e o povo) , Flâmulas, Bandeiras e símbolos diversos, o Graal e a própria ilha sagrada que para os cristãos é Glastonbury enquanto os iniciados nos segredos da religião da Deusa podem se dirigir ao mesmo lugar, mas chegar à ilha de Avalon.

 

O livro não tem uma leitura tão fácil e fluida, em certos momentos exige um pouco de insistência e a trama pode se arrastar um pouco, contudo é questão de costume, por que a história em si é bastante interessante e bem desenvolvida, há uma constante renovação dos personagens, sempre apresentando novas personas que ajudarão a desenvolver bem certos pontos da história e acabam por se fazer muito importantes .

 

Vamos as minhas considerações amigos

 

Pontos fracos: Para quem não está acostumado com este tipo de livro, quem tem por base lendas Arturianas como as Crônicas De Arthur do Bernard Cornwell, pode se frustrar, não há batalha alguma, o livro é todo pautado em desenvolvimentos piscológicos, há ainda menos ação do que Guerra dos Tronos, há praticamente um capitulo inteiro dedicado a reflexão e indefinição de Morgana a respeito de dar a luz ou abortar o Mordred.

 

Pontos Fortes: Desenvolvimento dos personagens, devido a essa trama psicológica os personagens são desenvolvidos com riqueza de detalhes, as ações, modo de falar, características físicas, visões de todos os personagens mesmo que apenas levemente importantes em passagens especificas de um único livro. A própria atitude e abordagem dos personagens enriquecem a história.

 

Bom amigos estou falando de uma série de 4 livros (A Senhora da Magia, A Grande Rainha, O Gamo-Rei e O Prisioneiro da Árvore). O ponto fraco destacado pode ser superado 21472846 1 300x300 Análise dos livros   As Brumas de Avalondepois de ler o primeiro, e caso tenha lido as Crônicas do Cornwell vale a leitura do Brumas também para conhecimento melhor de alguns personsagens, Eu sinceramente recomendo inclusive a leitura das Brumas ANTES das Crônicas, apesar de praticamente a história ser de outras linhas gerais de alguns personagens que se sustentam de um para  outro ficando mais divertido curtir ações de um personagem que você entende como pensa.

 

Bom amigos é isso, fico por aqui com meu review.

 

E já deixo aqui uma informação de que meu próximo review tem relação direta com RPG, se baseando no ultimo Tabernacast (RPG METAL). Aguardem.

 

Escrito por Rico_Correia que tem medo de entrar em qualquer tipo de Neblina.

compartilhe Análise dos livros   As Brumas de Avalon