Taberna do Smok | 45/63 | Gameplay, Vlog e entretenimento!
sábado , 19 abril 2014

Nostalgia – Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!

full trottle logo Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!

Salve, clientes da Taberna!

Aqui é o Luis Garavello, participante do Quadrimcast e integrante da Taberna do Smok novamente falando sobre Nostalgia!

Hoje o nosso tema será um pouco diferente do que eu costumo falar. Falei muito sobre coisas nostálgicas da TV como seriados, desenhos e animes/toksatsus, porém hoje vamos falar de um cara durão. Um motoqueiro da pesada que vivia não nas telas de TV, mas no seu monitor! Sim meus amigos, pegue sua cerveja pra viagem, caia na estrada porque hoje falaremos de FULL THROTTLE!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PktBJ6HpNJQ[/youtube]

O QUÊ?

Full Throttle foi um jogo de aventura para PC desenvolvido pela Lucas Arts (sim, do titio George), no estilo “point & click”. A história era narrada e protagonizada por Ben, um motoqueiro líder da gangue dos Polecats, que aceitaram escoltar Malcolm Corley, o dono da Corley Motors, a melhor fabricante de motos até o encontro anual de acionistas. Porém Adrian Ripburguer, vice presidente da companhia, tem outros planos…

A história começa com Ben desacordado numa caçamba de lixo. Ben pressente que sua gangue está em perigo e consegue voltar à estrada mas sofre um acidente e é salvo por Miranda, fotógrafa que busca fotos de acidentes. Miranda leva Ben até Maureen (Mo), uma exímia mecânica que conserta e melhora a moto de Ben.

Ben vai atrás de sua gangue mas não consegue evitar que Adrian mate Malcolm e culpe os Polecats. Ben consegue se safar da emboscada e procura Mo, tendo descobrerto que ela era a filha de Malcolm. Ben é capturado pelos Vultures, gangue que é liderada por Maureen e consegue provar sua inocência.

Mo e Ben então arquitetam um plano que revela o verdadeiro assassino. Adrian foge e Mo se torna a presidente da Corley Motors. Mo e Ben pegam a estrada mas são atacados por Ripburguer, mas são salvos pelos Vultures e seu avião. Acredite, só jogando você irá entender.

QUEM?
Os personagens:

 full throttle ben 150x150 Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!  full throttle malcom 150x150 Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!

Ben

O protagonista

Malcolm Corley

Dono da Corley Motors

 full throttle mo 150x150 Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!  full throttle adrian 150x150 Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!

Maureen (Mo) Corley

Filha ilegítima de Malcolm

Adrian Ripburger

Vice-Presidente da Corley Motors

Pela parte técnica, o criador do jogo é Tim Schafer, criador de jogos famosos como Grim Fandango e Brütal Legend. Entre as vozes, temos Roy Conrad (falecido dublador) dublando Ben e Mark Hammil (Luke Skywalker/Coringa) como Adrian

QUANDO?
O jogo foi lançado em 1995 em CD-ROM. Houveram tentativas de se lançar sequências em 2000 (Full Throttle: Payback) e 2002 (Full Throttle: Hell on Wheels), porém por razões diversas (ausência de Tim Schafer, conflitos na equipe, mudanças na Lucas Arts) tais sequências nunca vieram a acontecer, embora em 2002 tenha sido revelado até o trailer para Hell on Wheels. Quer ver como seria o jogo?

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xjqAN72DoyU[/youtube]

MEMORABILIA!
Apesar de não ter brinquedos relacionados ao jogo, algumas edições de Full Throttle vinham com um chaveiro da Corley Motors e uma bandana!

full throttle bandana 150x150 Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!full throttle chaveiro 150x150 Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!

Bom por hoje é só! O que? Não vai deixar comentário? Cuidado, não deixe Ben bravo…

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=EDpJUQ6vVjI[/youtube]
compartilhe Nostalgia   Full Throttle, pé na estrada e soco na cara!

Vingadores versus X-Men

avx1 Vingadores versus X Men

Bem vindos à Taberna do Smok.: o único local de todo o multiverso que é cenário neutro na batalha mais imaginada e reimaginada por todos os fãs da Marvel Comics. Estamos falando da saga que promete abalar (de novo) as fundações de todo o Universo Marvel em 2012. Os Vingadores vão trocar sopapos com os X-Men!

avx3 197x300 Vingadores versus X MenO mega evento do ano na Marvel Comics já teve diversos teasers divulgados. Os Filhos do Átomo enfrentarão dos Heróis mais poderosos da Terra. Milhares de fãs já podem fazer suas apostas, já que os teasers mostram o que provavelmente serão os confrontos, e dá pra dizer, tem pra todos os gostos. A briga dos fortões inclui Coisa x Colossus. A briga de engraçadinhos terá o Homem-Aranha x Bobby Drake, o Homem de Gelo. Na briga de moças, Vampira vai enfrentar a Miss Marvel enquanto a Viúva Negra vai peitar a ninja Psylocke. A Tempestade vai ter a moral de encarar o Deus do Trovão, Thor. E o duelo aparentemente mais simples será do Homem de Ferro contra Magneto. Tá, mas pra que essa zorra toda? Esses caras estão brigando porque acham isso divertido?

Não, estimado leitor. É lógico que tem um motivo (se você acha válido ou não, aí é decisão sua): uma figura poderosíssima e muito íntima dos X-Men está voltando pra Terra, aparentemente trazendo muita destruição: a Fênix. A linha de defesa mais poderosa do planeta está nos Vingadores liderados pelo Capitão América, que pretende impedir essa destruição, nem que tenha que destruir a Fênix. E é óbvio que os X-Men, liderados por Ciclope, não vão deixar isso acontecer. Então, pronto! Estão armadas as contendas. avx2 300x194 Vingadores versus X Men

A saga vai ocorrer em 12 edições de uma minissérie principal, mas também será acompanhada de uma outra, chamada AvX: Versus, que vai expandir muito mais as batalhas. As comic shops estão sendo convocadas pela Marvel a escolher um lado na luta, já que a editora pretende fazer eventos específicos no lançamento da minissérie, além de enviar material promocional baseado nessa escolha.

Quanto a este colaborador, ficam algumas duvidas no ar: Wolverine, que sempre foi dos X-Men e recentemente integrou-se aos Vingadores, vai ficar de que lado. Um teaser chegou a entregar a participação dele no lado dos mutantes, mas outro teaser o colocou contra Ciclope e cia. O Fera é outro que é X-Man e Vingador ao mesmo tempo. No teaser do peludão, ele está lutando junto de seus camaradas filhos do átomo, mas, vai saber, né?

avx4 Vingadores versus X Men

Também foi dito, em meio às notícias da saga, a possibilidade de termos um REBOOT da Marvel depois de Avengers vs X-Men. Isso resgataria elementos que sempre foram clássicos, como por exemplo, Xavier comandar novamente seus pupilos e Magneto se tornar o vilão principal de novo. Alem de ser uma excelente desculpa pra resgatar de novo gente que morreu e ainda não teve oportunidade de voltar. Como isso seria feito? Bom, temos envolvidas na saga simplesmente duas das criaturas capazes de remodelar o universo. Uma delas é a Feiticeira Escarlate. A outra é a própria Fênix.

O resultado desse duelo? Só acompanhando a saga pra descobrir!

compartilhe Vingadores versus X Men

Os homens que não amavam as mulheres

the girl with the dragon tattoo01 Os homens que não amavam as mulheres

Dia 27 estreia no Brasil o filme com Daniel Craig “ Os Homens que não amavam as mulheres”, dirigido por David Fincher e com Rooney Mara como coadjuvante.
Enquanto aguardamos a estreia, podemos aproveitar e assistir a versão sueca lançada em 2009 com os atores Michael Nyqvist e Noomi Rapace, nos papéis de Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander, respectivamente, personagens principais da trama. As críticas provenientes dos EUA onde já houve a estreia são favoráveis ao filme e elogiam muito a transformação de Rooney Mara em Lisbeth Salander.
O filme é baseado no primeiro livro da Saga Millenium de Stieg Larsson, “Os homens que não amavam as mulheres”, com título muito mais direto no original sueco “Homens que odiavam as mulheres”, fazendo jus à trama baseada em assassinos que abusavam de mulheres. O título em Inglês (A garota com tatuagem de dragão) é mais bonito e atraente, que não deixa de ser relevante uma vez que a garota em questão, Lisbeth Salander é a personagem mais interessante do livro e heroína de Larsson.
Mikael Blomkvist é o personagem central, um jornalista passando por um momento complicado, com a reputação prejudicada por um processo de calúnia e difamação aberto pelo corrupto Hans-Erik Wennerstrom, sobre quem Mikael escreveu um artigo incriminador, mas sem conseguir provar os fatos.The Girl with the Dragon Tattoo movie poster 2011 picture MOV 4e6a9222 b 203x300 Os homens que não amavam as mulheres
Enquanto isso, Mikael recebe uma proposta de Henrik Vanger, patriarca de uma família tradicional e milionária, para investigar o desaparecimento de Harriet Vanger, ocorrido décadas atrás, sem nunca terem encontrado o corpo ou descoberto qualquer notícia que esclarecesse o paradeiro da menina.
Mikael envolve-se com a família e conhece diferentes membros, alguns agradáveis e outros problemáticos e nem um pouco satisfeitos com suas investigações, que para todos os efeitos é somente para escrever sobre a história da família.
No livro assim como no filme, os personagens são em sua maioria muito caricatos e um pouco exagerados, com vilões beirando o estilo de quadrinhos.
Apesar de mostrar assassinos com problemas patológicos que os levam a cometer crimes contra as mulheres, também mostra que muitas vezes os abusos ocorrem dentro de casa, por pessoas próximas ou em situações do cotidiano.
A heroína, também exageradamente caricata é uma super-hacker com memória fotográfica, sem o mínimo de trato social. Depois de muitas passagens por hospitais psiquiátricos e lares adotivos, Lisbeth não confia em ninguém, suspeitando especialmente das autoridades e não consegue formar um relacionamento.
Uma das melhores cenas do livro e da versão sueca do filme é a vingança de Lisbeth contra seu tutor. Devido a um dos seus atos de violência e passagem pela polícia, Lisbeth não pode ter acesso ao seu próprio dinheiro e fica dependente de seu tutor para qualquer coisa. Mais um personagem abusivo que se aproveita de Lisbeth e tem o que merece mais tarde. Talvez esse seja um dos apelos da personagem. Uma mulher inteligente que sabe cuidar de si mesma e que dá o troco.
Lisbeth não sorri, mas sabe brigar, usar disfarces, hackear sistemas, encontrar informações e tem coragem para enfrentar qualquer situação. Torna-se o braço direito de Mikael e sua ajuda é fundamental para a investigação.
A saga possui mais dois livros: “A Menina que brincava com fogo”, em que a personagem de Lisbeth é mais explorada e a “A Rainha do Castelo de Ar”, todos com versões suecas em filmes.
Para quem gosta de ler, este suspense criminal é uma ótima recomendação. Depois de ler o primeiro, é inevitável continuar a saga até o fim.
Se não gosta de ler mas curte um suspense investigativo, a versão sueca do primeiro livro em filme, dirigida por Niels Arden Opley, é realmente bem adaptada e os personagens interpretados com fidelidade ao livro.
Estou aguardando a versão americana para conferir se Rooney consegue interpretar a Lisbeth que Noomi transportou para as telas tão bem.

Trailer versão sueca:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=oGwJokKgBqI[/youtube]

 

Trailer da versão americana:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=u2bH1c-R7Fg[/youtube]

 

compartilhe Os homens que não amavam as mulheres

Nostalgia – Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

jiraiya18 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Salve, clientes da Taberna!

Aqui é o Luis Garavello, participante do Quadrimcast e integrante da Taberna do Smok novamente falando sobre Nostalgia!

Hoje o nosso tema será um Tokusatsu (saúde!) muito famoso aqui no Brasil. Afinal, misturar ninjas japoneses com robôs, como pode dar errado? Pegue seu saquê e seus shurikens pois vamos falar de coisas antigas e boas! Vamos falar de coisas nostálgicas! Vamos falar do ninja que vive o momento, Jiraya!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jgopOCnHYkE[/youtube]

O QUÊ?

Jiraya ou em japonês, Sekai Ninja Sen Jiraiya (saúde!) foi uma série Tokusatsu (saúde menino! vai botar uma blusa!) em 50 episódios produzidos nos anos de 1988 e 1989 e contava a história de Toha Yamashi, um ninja treinado pelo clã Yamashi, adotado pelo mestre Tetsuzan Yamashi.

Jiraya se torna o sucessor dos Tokagure, um clã ninja que defende o paradeiro de uma cápsula espacial (Pako) que contém uma energia tremenda. Jiraya enfrenta nos episódios ninjas a serviço do clã dos Feiticeiros, cujo líder Dokusai pretende se apoderar de Pako e usar as energias a seu bel-prazer.

Jiraya normalmente é ajudado por seus irmãos de criação Manabu Yamashi e Kei Yamashi (cujo nome ninja era Himenin Emiha) e mais à frente por alguns ninjas que se tornaram aliados: Rei Yagiu (sua prima), Barão Owl, Rainin Wild, Bakunin Homem Míssil, Kazenin Storm entre outros.

A cada episódio Jiraya se degladiava com um dos ninjas a mando do clã dos Feiticeiros, que fatalmente eram derrotados quando Jiraiya usva sua Espada Olímpica e derrotava seu oponente com o Golpe Frontal (ou Golpe Lateral, dependendo do episódio).

Ao final da série, Jiraiya descobre ser capaz de se fundir a um robô gigante (fala sério que você achou que um Tokusatsu não teria um robô gigante) chamado Deus Jirai.

QUEM?

A família Yamashi
 jiraiya toha 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!  jiraiya Tetsuzan 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Toha Yamashi/Jiraya

Interpretado por Takumi Tsutsui

Tetsuzan Yamashi

Interpretado por Masaaki Hatsumi

 jiraiya kei 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!  jiraiya manabu 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Kei Yamashi/Himenin Emiha

Interpretada por Megumi Sekiguchi

Manabu Yamashi

Interpretado por Takumi Hashimoto

Aliados
 jiraiya rei Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!  jiraiya owl 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Rei Yagiu

Interpretada por Tomoko Taya

Barão Owl

Interpretado por Atsuo Mori

 jiraiya rainin Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!  jiraiya storm 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Rainin Wild

Interpretado por Jiro Ishii

Kazenin Storm

Interpretado por Junichi Haruta

Clã dos Feiticeiros
 jiraiya dokusai 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!  jiraiya benikiba 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Dokusai

Interpretado por Shozo Izuka

Chounin Benikiba

Interpretada por Hiromi Nohara

 jiraiya retsuga 150x122 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!  jiraiya morgana 150x150 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Hoshin Retsuga

Interpretada por Shingo Hiromori

Aracnin Morgana

Interpretada por Machiko Soga

 

QUANDO?
A série foi transmitida no Japão entre janeiro de 1988 e janeiro de 1989. Aqui no Brasil, foi transmitida pela primeira vez pela extinta TV Manchete a partir de setembro de 1989, que nunca passava o episódio final até meados dos anos 90.

MEMORABILIA!

Jiraiya fez a festa da Glasslite aqui no Brasil, que lançou o boneco, o helicóptero e até mesmo o veículo blindado (???) do herói!

jiraiya boneco 225x300 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!jiraiya helicoptero 300x225 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!jiraiya rota perigo 300x256 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!jiraiya blindado 300x224 Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Bom por hoje é só! O que? Não vai deixar comentário? NÃO O PERDÔO!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Zy9hni38hCs[/youtube]
compartilhe Nostalgia   Jiraiya, o dono da Espada Olímpica (ui)!

Valente para sempre

valente1 Valente para sempre
Hoje a Taberna convida você a conhecer alguém muito especial.  Em pouco tempo, você vai tê-lo como seu melhor amigo, e vai se emocionar, rir e chorar com ele.  Mais que isso, vai ser impossível você não se identificar em nada com ele. Conheçam Valente!

Valente é um personagem cativante criado por Vitor Caffagi, roteirista e desenhista que também é responsável por uma sensacional fanfic chamada Puny Parker, homenageando o herói aracnídeo da Marvel e seu universo em versões infantis. Mas, nosso personagem em questão é um cãozinho ingênuo e atrapalhado, mas ao mesmo tempo cativante e divertido, que fisga o leitor à medida que sua história se desenvolve.

valente2 Valente para sempreO ponto forte de Valente é sua incrível facilidade em se tornar crível e desenvolver uma identificação instantânea com o leitor, que muito provavelmente já deve ter passado por alguma experiência amorosa que não deu muito certo. Isso acontece ao jovem Valente, ao conhecer a bela gatinha Dama, por quem se apaixona perdidamente.

O traço de Vitor Caffagi trabalha muito bem no sentido de dar características humanas à personagens animais, de modo que, depois de um tempo, é quase possível associar o universo de Valente, cheio de criaturas antropomorfizadas, ao universo real, pois o que permeia as histórias do cachorrinho são as emoções e sentimentos, extremamente humanos. Sentimento estes muito bem expressados nos devaneios e pensamentos do personagem, que são desenvolvidos de forma bastante sensível, sem cometer nenhum excesso ou cair para o piegas.

As histórias do nosso protagonista e seus pensamentos, esperanças, decepções e desilusões foram desenvolvidas originalmente em formato de tiras, dando uma impressão ainda mais “cotidiana” para a vida do personagem. Os leitores cariocas tem oportunidade de apreciar esse material, incluindo aventuras inéditas, no suplemento de cultura do Jornal O GLOBO. Mas, quem é de outro estado, não precisa se preocupar pra encontrar essas tiras, já que, em novembro do ano passado, foi lançado na FIQ de Belo Horizonte, a compilação “Valente para sempre”, reunindo as primeiras 72 tiras do personagem, ao qual Caffagi gosta de chamar, carinhosamente, de primeira temporada.

valente3 Valente para sempre

Além dessa primeira temporada, “Valente para sempre” traz ainda uma galeria de autores convidados que mostram suas próprias versões do Valente. A edição conta ainda com um prefácio escrito por Luciana Cafaggi, quadrinhista e irmã do autor.

Quando você terminar de ler as histórias do simpático cachorrinho, vai sentir falta de saber mais sobre a vida desse seu novo amigo, talvez porque, em algum momento de sua vida, você foi exatamente como ele.

Mais material sobre Valente pode ser encontrado também no blog do autor. Aliás, você pode comprar “Valente pra sempre” lá! #Fikdik

Boa leitura!

Ficha Técnica

Editora: Publicação Independente – Edição especial
Autor
: Vitor Cafaggi (texto e arte).
Preço
: R$ 12,00
Número de páginas
: 96
Data de lançamento:
Novembro de 2011

compartilhe Valente para sempre

Aberturas Nostalgicas – Yu Yu Hakusho

Yu Yu SD 590x260 300x132 Aberturas Nostalgicas   Yu Yu Hakusho

Versão brasileira, AUDIO NEWS…

O que aprendi com essa abertura? “A-ri-ga-tô Go-zai-masu!!!”, a única coisa que não foi traduzida foi a que ficou gravada para eternidade em nossas memórias.

Em 1997, na saudosa Manchete, surgia Yu Yu Hakusho.foram 112 episódios com a melhor ou, pelo menos, a mais engraçada dublagem que já ouvi. A série em si já tinha muito humor, mas a dublagem trouxe um diferencial que mais uma vez seria algo que ficaria gravado eternamente em nossas memórias!

Yu Yu Hakusho que, felizmente, manteve seu título original por aqui , poderia se chamar “O Conto da Jornada de Yusuke” mas, como toda tradução, pode ter vários significados como “A História de um livro em Branco ” ou ainda “O Livro Branco do Fantasma Atrapalhado”.
Pra quem gosta da série, ou quer conhecer mais, indico os episódios 50 e 58 lá do JWaveCast.

O anime teve duas aberturas e curiosamente ambas são com a mesma música. No Brasil, a música foi adaptada com o nome de “Sorriso Contagiante” passando a mesma ideia da abertura original, mantendo a mesma melodia e com a letra muito parecida. Apesar de não entender a escolha da música para esse anime, devo admitir que ela ficou tatuada na minha memória e hoje quando a ouço (e canto junto) não é pela letra ou ritmo, e sim pela nostalgia!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=b6oBU72ahco[/youtube]

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=s6SQG4aEFZI[/youtube]

As duas são grandes propagandas do anime, com cenas de grandes momentos de ação e um traço mais detalhado que boa parte do anime, basicamente um clip, que só não ganha uma nota máxima pois não consigo entender a escolha da musica!

Abraço a todos, e se alguém conseguir me explicar como faço pra aumentar meu poder a 120% eu fico feliz!

@andersonperoty

 

compartilhe Aberturas Nostalgicas   Yu Yu Hakusho

Nostalgia – Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!

Dinosaucers logo1 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!

Salve, clientes da Taberna! Aqui é o Luis Garavello, participante do Quadrimcast e integrante da Taberna do Smok novamente falando sobre Nostalgia!

Hoje o nosso tema será um desenho dos anos 80 que mistura coisas antigas e avançadas. Hein? Impossível? Claro que não! pegue seu extrato de sangue de brontossauro e seus filés de sacissauro (isso existe, acredite!), pois vamos falar de coisas nostálgicas! Vamos falar de DINOSAUCERS!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=KmuLjXWlc24[/youtube]

O QUÊ?
Dinosaucers era um desenho sobre 4 jovens que encontravam uma nave espacial lotada de dinossauros inteligentes e com tecnologia mais avançada que a nossa. Tais dinossauros se entitulavam Dinosaucers e combatiam um grupo de vilões jurássicos chamados Tiranos, cujo líder Genghis Rex visava conquistar a Terra.

Além dos heróicos Dinosaucers, seus “batedores” humanos e dos malvados Tiranos, outro fator que sempre apareciam nas histórias eram as naves personalizadas de cada personagem.

QUEM?

Dinosaucers 300x105 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!

Dinosaucers

Tyrannos Team 300x112 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!
Tiranos

QUANDO?
O desenho produzido pela DiC Entertainment teve um total de 65 episódios produzidos em 1987.

No Brasil, a série foi transmitida pela Rede Globo e na Record.

E HOJE?
Atualmente a temporada de desenhos dos Dinosaucers pode ser encontrada em DVD lá fora.

MEMORABILIA!
Desenho dos anos 80? Check! Figuras de ação? CHECK! Fabricados no Brasil pela Glasslite? TRIPLE CHECK!

E você pode estar perguntando “mas como a Glasslite tinha isso?”. Bem, explicando rapidamente, o desenho não fez muito sucesso lá fora e os protótipos dos bonecos foram descartados… E a Glasslite, vendo o sucesso do desenho por aqui, comprou os moldes dos bonecos e os produziu aqui mesmo em terras tupiniquins!

AFAlloGlassliteBoxed1a 235x300 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!AFAlloGlasslite1b 262x300 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!AFGenghisGlasslite1b 262x300 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!AFQuackpotGlasslite1b 262x300 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!

Bom, por hoje é só, vou pegar a primeira nave Dinosaucer que aparecer e ir salvar o mundo ou algo que o valha…

ShipsAnkylo1a 300x199 Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!
Isso voava? Sério?

compartilhe Nostalgia   Dinosaucers, seres jurássicos do futuro!

O Deus da Guerra também nos Quadrinhos

capa kratos O Deus da Guerra também nos Quadrinhos

Nesta semana, a Taberna do Smok recebe uma ilustre visita de ninguém mais, ninguém menos do que o todo poderoso Kratos, o verdadeiro e único Deus da Guerra. Ta, você se pergunta, mas hoje é dia de quadrinhos na Taberna. O que o Kratos ta fazendo na capa? Simples, Kratos também é quadrinho, bebê!

kratos2 195x300 O Deus da Guerra também nos QuadrinhosTodos nós conhecemos o espartano Kratos (como assim? Você não conhece Kratos? De que planeta você veio?) e sua rixa com os deuses do Olimpo. O guerreiro foi responsável pela morte de Ares, o primeiro Deus da Guerra, mas essa morte foi somente o início da batalha contra todos os deuses, mostradas nos jogos da série God of War.  A história desse magnífico personagem ganhou títulos tanto para o Playstation 2, quanto o Playstation 3, alem do portátil da Sony, o PSP, e até mesmo um jogo obscuro para celular. Mas, a história do espartano era pequena demais para caber somente nos jogos.

Por isso, Kratos virou quadrinhos, sob o roteiro do mestre Marv Wolfman, responsável por diversos sucessos, dentre eles, o Titãs da DC Comics, e ilustrações maravilhosas de Andrea Sorrentino. Nos EUA, quem publicou a primeira história em quadrinhos do personagem foi a própria DC Comics, através do seu selo Wildstorm. No Brasil, a Panini Comics lançou recentemente um volume único de 148 páginas de sangue, destruição e “I Will make you suffer”, por um precinho camarada de R$19,90 (mas a capa é mole!).

Por isso, caro leitor da Taberna, fica a dica pra você que curte a saga de Kratos, acompanhar mais um capítulo da vida e obra do cara mais violento e determinado de toda a Esparta.  Pra te deixar com mais vontade, saca só a sinopse da história, alem de algumas capas (mas lembrando que, aqui no Brasil, o volume é único, e a capa é essa imagem do lado):

“Após um destruidor conflito, o guerreiro espartano Kratos venceu e matou Ares, tornando-se o novo deus da guerra. Mas sua verdadeira provação mal começou. Agora Kratos deve testar seu recém-adquirido poder contra o impossível e derrotar as terríveis criaturas que guardam a Ambrosia de Esculápio, capaz de curar qualquer doença. Uma jornada que o Fantasma de Esparta já realizou uma vez quando era um simples mortal a um preço terrível! Esse sangrento capítulo na vida de um dos maiores ícones dos games da atualidade chega pelas mãos do lendário roteirista Marv Wolfman (Novos Titãs) e com a incomparável arte de Andrea Sorrentino.”

kratos3 O Deus da Guerra também nos Quadrinhos
kratos4 O Deus da Guerra também nos Quadrinhos
kratos5 O Deus da Guerra também nos Quadrinhos

Boa leitura!

 

compartilhe O Deus da Guerra também nos Quadrinhos

Série: Boardwalk Empire

boardwalk empire Série: Boardwalk Empire

“It´s my ocean. Everything you see here is mine.” (Nucky Thompson)

(Este é o meu oceano. Tudo o que você vê aqui é meu.)

Finalmente Steve Buscemi recebeu um papel principal depois de toda uma vida atuando com perfeição em uma variedade enorme de filmes em que roubava a cena mesmo como coadjuvante.
Desde sua estréia como Nucky Thompson em Boardwalk Empire, Steve ganhou um Globo de Ouro de Melhor Ator em séries de TV, um Screen Actors Guild Award e outras nomeações.
Os amantes de boas séries precisam acrescentar essa excelente produção da HBO em sua lista e os fãs podem comemorar pois a terceira temporada foi confirmada.
Boardwalk Empire conta sobre o período da Lei Seca, regulamentada pela Lei de Volstead, e centra principalmente em Atlantic City, onde Enoch “Nucky” Thompson ascende como político e controla toda a área enquanto interage com figuras importantes de uma época de final de guerra, em que mulheres estão prestes a ganhar o direito de voto. O personagem é baseado no verdadeiro Enoch Thompson que controlou Atlantic City por três décadas. cdn.tvlia .com .files .2010.09.Boardwalk Empire e1285091008869 300x189 Série: Boardwalk Empire
Como a Lei Seca acabou de ser aprovada, todos os mafiosos querem lucrar, mas dificilmente conseguem superar Nucky, que use e abusa de sua influência política para ser o primeiro e único a controlar o contrabando de álcool.
Apesar de abordar os crimes da época (política, jogatina, contrabando, prostituição, bebida) e suas consequências, e apesar de haver muitas mortes, a série foca na razão dos gatilhos precisarem ser puxados.
Tanto os interesseiros ao redor de Nucky como as pessoas comuns tentando ganhar a vida são importantes para o enredo, para a construção e compreensão da época.
Al Capone (Stephen Graham) está presente, mas ainda é somente um gangster de pequeno porte tentando sucesso. Jimmy Darmody (Michael Pitt) é um personagem fictício, protegido de Nucky, a princípio só um garoto que voltou da guerra arrasado e que descobrimos ao longo dos episódios que não está ali por acaso.
Margaret Schroeder (Kelly Macdonald) é uma imigrante Irlandesa que apanha do marido e desperta o interesse de Nucky. Nelson Van Alden (Michael Shannon) é um agente federal extremamente puritano, com a missão de combater o contrabando de álcool e que também esconde um segredo.
São muitos personagens fictícios e históricos que deixo para que os leitores descubram se assistirem a série.
Criada pelo escritor e produtor Terence Winter, Boardwalk Empire é uma grande série com níveis cinematográficos, fatos históricos em ordem e excelente fotografia.

compartilhe Série: Boardwalk Empire

Aberturas Nostalgicas – Ducktales

Ducktales 590x260 Aberturas Nostalgicas   Ducktales

Ahh, as aberturas… quando criança nunca fui um grande fã delas, mas hoje quando vejo uma no youtube me bate um grande carinho e um sorriso se abre no meu rosto! A musica, mesmo que tosca as vezes, me leva de volta aos anos 90 e já me vejo tocado no sofá esperando aquela abertura acabar para começar a aventura do dia, mas hoje entendo que aquelas aberturas eram do tempo exato para se chamar alguem para assistir junto ”-MÃÃÃÃÃÃE, vai começar Ducktales, vem ver junto“.

Uma abertura não é apenas uma enrolação, uma boa abertura deve nos passar a essência do desenho(ou da temporada quando querem ser mais específicos), e por mais que isso pareça logico muitas aberturas falham neste quesito.

E para relembrarmos algumas dessas aberturas nostálgicas, bem produzidas ou não, venho aqui incrementar a secção nostalgia da taberna, e começo com um dos meus desenhos preferidos.

 Ducktales 300x225 Aberturas Nostalgicas   Ducktales

 

 

DuckTales foi uma palavra que aprendi a pronunciar perfeitamente mesmo com menos de 5 anos de idade, e não atoa, já que não conseguia falar apelas “Ducktales” tinha que ser ”Ducktales, uh-hu” ou, se estivesse mais empolgado, saia um “Ducktales, uh-hu, são os caçadores de aventuras…” ao ritmo dessa abertura empolgante.

Para que não se lembra muito bem a animação era baseada nos quadrinhos Carl Barks e foi uma das series de maior sucesso produzida pelos estúdios Walt Disney, originalmente transmitida entre os anos 87 e 90 e chegou aqui (no Brasil/SBT) em 88 ficando no ar até 96 (obrigado wiki) com suas 4 temporadas e 100 episodos (Não que eu me lembre de alguma cronologia, já que o SBT passava na ordem que agradasse o Seu Silvio). Vale lembrar a ótima dublagem, que apensar de não ter nenhum nome forte é do clássico estúdio Herbert Richers, que não precisa apresentações. 

Mas nosso foco aqui não é a animação em si, e sim a abertura, então fiquem com essa abertura magnifica que consegue combinar uma musica viciante(vale a pena prestar atenção na letra) com cenas que resumem a essência do desenho. ”Indiana_Jones+Magias+Tecnologias_bizarras+Itens_Medievais = Meu coração batendo de felicidade”! Pra explodir algumas cabeças vale lembrar que a versão brasileira é cantada por Luiz Ricardo, mais conhecido na época como o BOZO!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=JeXMHkyxFq8[/youtube] 

Infelizmente até hoje não encontrei DVDs da série para comprar, mas recentemente encontrei o Filme “O Tesouro da Lâmpada Perdida” com a dublagem clássica, o que já me deixou muito feliz.

 

Um grande abraço, e até semana que vem!

Anderson Peroty

compartilhe Aberturas Nostalgicas   Ducktales